Os esportes paralímpicos: Quais são eles?


 

Os esportes paralímpicos são todos os esportes contemplados nos jogos paralímpicos de verão e de inverno. Estes esportes são os esportes praticados por pessoas com deficiência em uma competição exclusiva, aonde os participantes possuem diversas deficiências e competem. A história dos jogos começa no ano de 1960 realizados pela primeira vez em Roma, Itália, têm sua origem em Stoke Mandeville, na Inglaterra, onde ocorreram as primeiras competições esportivas para deficientes físicos, como forma de reabilitar militares feridos na Segunda Guerra Mundial.

O sucesso das primeiras competições proporcionou um rápido crescimento ao movimento paralímpico, que em 1976 já contava com quarenta países. Neste mesmo ano foi realizada a primeira edição dos Jogos de Inverno, levando a mais pessoas deficientes a possibilidade de praticar esportes em alto nível. Os Jogos de Barcelona, em 1992, representam um marco para o evento, já que pela primeira vez os comitês organizadores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos trabalharam juntos. O apoio do Comitê Olímpico Internacional após os Jogos de Seul, em 1988 proporcionou a fundação, em 1989, do Comitê Paralímpico Internacional. Como nos jogos olímpicos os jogos paraolímpicos de verão acontecem de 4 em 4 anos na mesma cidade sede em que os jogos olímpicos de verão e atualmente os jogos de verão paraolímpicos são formados por 22 modalidades esportivas.

As modalidades dos jogos paraolímpicos são formadas por algumas modalidades adaptadas dos jogos olímpicos como atletismo, natação, basquetebol, tênis de mesa, e, também há modalidades exclusivamente disputadas nos jogos paraolímpicos que é o caso da bocha, goalball e futebol de cinco.

As competições são disputadas por graus e tipos de deficiência, todas as competições tem anteriormente uma avaliação física dos atletas para que seja analisado em qual categoria da competição ele se encontra apto a competir. É com esta avaliação e classificação funcional que os competidores passam a competir nas provas de forma mais igualitária, não necessariamente um amputado dispute a prova com o outra pessoa amputada, porque como exemplo um amputado na altura da coxa não tem a mesma classificação que um amputado abaixo do joelho. Outra diferença entra os tipos de deficiência e graus é nas próprias modalidades, diferente do que muitas pessoas pensam, existem modalidades paraolímpicas como basquete em cadeira de rodas que é praticado por uma combinação de variações de deficiências físicas. O esporte é praticado em cadeira de rodas por todos os atletas mas dentro do mesmo grupo os atletas podem ter deficiências variadas, como, estabilização passiva do quadril (sem mobilidade), ativa do quadril (com mobilidade) ou pouco ou nenhum movimento do tronco para frente, boa movimentação do tronco para frente mas boa rotação do tronco, a cada tipo de deficiência é atribuído uma pontuação e a soma da pontuação não pode passar de 14 pontos para o mesmo time. Assim, a quantidade e tipos de deficiência em cada time varia.

Como explicamos rapidamente os esportes paraolímpicos tem sua peculiaridade e cada um segue uma classificação e controle da igualdade diferente, vamos na série de posts sobre os esportes paraolímpicos falar de cada um deles e suas curiosidades. Abaixo segue quais são as modalidades paraolímpicas:

 

Atletismo

 

Basquetebol em Cadeira de Rodas

 

Bocha

 

Esgrima em Cadeira de Rodas

 

Futebol de 5

 

Futebol de 7

 

Goalball

 

Halterofilismo

 

Hipismo

 

Judô

 

Natação

 

Paracanoagem

 

Paraciclismo de Estrada

 

Paraciclismo de Pista

 

Paratriatlo

 

Remo

 

Rugby em Cadeira de Rodas

 

Tênis de Mesa

 

Tênis em cadeira de rodas

 

Tiro com Arco

 

Tiro Esportivo

 

Vela

 

Voleibol Sentado


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.